quinta-feira, dezembro 14, 2017

Amizades e Família

A vida continua.... dia cinzento, chuvoso, sem novidades de maior. Felizmente que tudo se vai compondo e arranjando duma forma mais ou menos tranquila e normal.
Concluiu-se um acordo que estava pendente há algum tempo e que nos vai dar alguma margem de segurança para os tempos futuros. Felizmente que tudo acabou por bater certo apesar de não ser exactamente como queríamos e desejávamos mas a vida nem sempre é como nós queremos.
Estou no consultório, tranquilo, calmo e a reflectir na vida visto que, neste momento, talvez tenha muita coisa de que gosto, apesar de sentir uma grande tristeza por certos afastamentos e incompreensões, mas nestes casos pouco ou nada posso fazer. Já tentei varias coisas mas todas elas infrutiferas.
A Amizade tem particularidades e características muito próprias, bem como a forma como as pessoas a encaram. Para mim, ser amigo é estar com a pessoa nos Bins e mais momentos, preocuparmo-nos com elas, acompanha-las e estar presente, principalmente, quando é necessário. Não percebo quando se está perante determinadas circunstâncias não haja o cuidado de estar atento, prestar-se a tal atenção e fingir que nada se passa.
Será que o egocentrismo é assim tão grande que não se consegue ver para além do umbigo, nem que haja a preocupação de se informar acerca do que foi feito e das suas consequências ?? É mesmo estranho mas chego à conclusão de que é mesmo assim a vida.
De facto, a família é e será sempre o nosso refúgio, o nosso Porto de abrigo e onde podemos encontrar, quase sempre, um carinho, uma palavra amiga e uma atenção especial. Assim também nós saibamos retribuir!
Há momentos da vida, situações que temos, factos que sentimos que nem sempre são explicáveis porque, na verdade, o ser humano é algo de muito complexo e nem sempre racional. A convivência entre as pessoas não é fácil se não abdicarmos um pouco do nosso egoísmo, se não sairmos de vez em quando da nossa zona de conforto, bem como termos a capacidade de não reagir a quente, ponderar as situações e procurar nas nossas memórias e sentimentos a melhor forma de estar na vida e nas diferentes situações. 
Sou uma pessoa "primária" no sentido de reagir e actuar muito a quente, nem sempre percebendo que uma das nossas melhores ferramentas é o pensamento, o distanciar das situações e utilizar o nosso raciocínio, a nossa inteligência e as nossas memórias duma forma correcta, verdadeira e simples, desconectando as encruzilhadas e as armadilhas da vida.
Tenho de ser mais racional, mais frio perante as situações, bem como não fazer julgamentos precipitados nem tão sentidos para não me sentir ferido tantas vezes ou perdido em negrumes que apenas existem pela importância exagerada que lhes dou no momento e que depois, naturalmente, se esvaziam pela sua não importância.
Assim será possível manter sempre o meu SORRISO neste momento de tranquilidade e de FELICIDADE, nesta época propícia ao Amor, à Amizade e à família.

PS: tenho recordado por vezes o meu guru, AA, as suas palavras, o seu apoio e o seu carinho especial, se bem que, neste momento, sinta que poderia retomar a psicanálise mas que não o farei por motivos diversos.

quarta-feira, dezembro 13, 2017

Decisão

Peibggnyex Ontem ida ao CCB, para ver o Gospel Chorus. Já tinha visto este grupo de New York que, praticamente, trouxe o mesmo espectáculo. Mas é sempre bom de se ver, para além de ser um espectáculo interactivo e com umas vozes fantásticas.
Depois fomos cear ao Mercado de Algés, comer uma fatia de pizza e por acaso era a noite de fados que estivemos a ouvir. Vozes amadoras mas algumas delas com alguma qualidade e boa colocação.
Tomei a decisão de me expôr menos nos meus comentários, visto que, quase sempre ou mesmo sempre, falo acerca de tudo que me acontece, manifesto sentimentos, emoções e acontecimentos e, como me fizeram ontem, a FELICIDADE é bastante mais sentida e vivida quando está connosco e dentro de nós, sem qualquer necessidade de a projectar para o exterior.
Nesta fase da vida e depois do que se tem passado nos últimos tempos, prefiro na verdade não contar, não escrever, não publicar factos concretos da minha vida, que apenas dizem respeito a mim ou a outra pessoa com quem partilho a vida.
Passarei a ter mais cuidado com a minha exposição; muitas vezes no calor das emoções ou da minha ansiedade escrevo demais e pode ser prejudicial, como já têm sido. Quero estar tranquilo, resolver a minha vida e não abrir portas para o exterior, visto que ninguém tem de saber dos meus problemas, das minhas alegrias ou do que quer que seja. Por isso passarei a escrever menos factos concretos ou objectivos e mais apreciações genéricas e sem me comprometer. 
Manterei o meu SORRISO que é uma constante da vida e que me traz bastante FELICIDADE. Que é o indispensável para se viver bem e pacificamente.

terça-feira, dezembro 12, 2017

Intrigas

Mais um dia de trabalho e uma certa ansiedade por situações incompreensíveis e completamente descabidas.
As pessoas parecem que nada mais têm a fazer do que falar da vida dos outros e do passado, disto e daquilo em vez de se concentrarem na sua vida e nas suas próprias coisas. Estou muito triste com uma pessoa em particular por causa disso, visto que, quase, conseguiu destruir algo que tenho e que quero manter.
Parece-me que neste quotidiano ninguém tem mais nada que fazer do que comentar, criticar ou falar acerca da vida dos outros, não vendo os danos que podem causar nas pessoas e nas suas vidas. Estou cansado, farto e muito triste com tudo isto, só me apetece desistir da vida e de tudo o mais. 
Sinceramente devo ter qualquer problema intrínseco de personalidade, de comportamento e de atitude, visto que há alturas em que tudo parece correr mal e em que me sinto completamente perdido e ausente de muita coisa. Apenas preciso de carinho, muito AMOR, para poder estar tranquilo e calmo, com o meu SORRISO  e na construção da minha FELICIDADE.
Serei assim uma pessoa tão sui generis que não possa estar na minha vida, no meu canto e trabalho sem estar constantemente com problemas, ninharias ou o que quer que seja. Tento fazer o meu melhor e, muitas vezes, sai tudo ao contrário, encontrando obstáculos e muita turbulência pelo caminho.
Neste momento, tenho tudo, ou quase, para estar descansado, tranquilo e pacatamente a trabalhar, a desfrutar da pessoa maravilhosa que me acompanha e Ainda dos muitos e bons amigos que tenho. 

Quero que o meu SORRISO seja forte e luminoso, bem como desejo que a minha FELICIDADE seja uma realidade constante e permanente. Mas, hoje, a minha vontade é fugir desta realidade e deste quotidiano. 

segunda-feira, dezembro 11, 2017

Onze

Dia 11 de Dezembro... todos os dias 11  são especiais, porque relembram o início de algo que é muito importante na minha vida actual. E no qual me sinto me sinto muitíssimo bem, cheio de energia, vitalidade e bem estar.
Estou no meu "exílio" em Odivelas, com pouco ou nada para fazer; fui fazer uma ecografia para ver o meu interior, tendo de ir a um especialista para esclarecer umas coisas. Mas em princípio parece estar tudo mais ou menos de acordo com a idade física.
Não tenho tido muita vontade de escrever pois não ando com dúvidas ou com problemas sem serem os normais e aqueles que são comuns a todos nós; no outro dia fiquei aborrecido com uma amiga - o que vai sendo recorrente - por ela falar demais e de coisas que nem vêm a propósito. E Meter-se onde nem é chamada..
Sei que não faz por mal, mas já é altura de seguir outro caminho e outras conversas, baseadas na sua própria vida e não na dos outros. Mas enfim é a vida.
O Natal está quase à porta e não faço a mínima ideia de como será este ano, porque os meus filhos não dizem nada e desconheço os planos que tenham; provavelmente este ano vou variar e vou para a minha irmā em ambos os dias. Não tenho muita vontade neste espírito natalício. 
Será mais uma época para passar e depois seguir-se-à o fim do ano, já com programa e planos para sairmos de Lisboa uns dias.
Não tenho feito análise ou nada do género, sentindo-me com mais ansiedade do que antes mas, fora esse sintoma, não me perece que and por caminhos errados; antes pelo contrário, sinto que estou numa via bem sinalizada, bem arejada e sobretudo onde há luz, há SORRISOS e Ainda muita FELICIDADE. Que sei irá continuar.






domingo, dezembro 10, 2017

Sem vontade

Hoje apenas duas palavras: SORRISO e FELICIDADE.  Sou uma pessoa feliz que vive um bom momento na sua vida. 

sábado, dezembro 09, 2017

Sábado

Ontem tivemos um jantar super divertido em casa do PV, com a novidade de todos termos participado na confecção do mesmo. Ou seja, todos estivemos na cozinha a preparar o que depois comemos. Foi original, divertido e muito agradável.
Foi a primeira vez que foi a casa do PV, que é bastante acolhedora, arrumada e organizada; fiquei surpreendido com a casa, com o espaço e ainda por transmitir muito boas energias. e calor humano. Gostei imenso até pela surpresa positiva quer tive.
Também ontem foi um dia muito bom porque enquanto andava a passear com os meus primos brasileiros, pelo mercado de Algés, pelo palácio dam Ajuda, pela exposição do Miró, o MA andava no seu trabalho que, ontem, correu excepcionalmente bem. Acredito que vamos ter sucesso, tanto mais que ele está totalmente empenhado.
Vamos agora para uma feijoada à brasileira, e mais logo para um jantar de aniversário duma grande amiga pelo que teremos um dia em cheio.
Um grande SORRISO nesta FELICIDADE em que me encontro cada vez mais sentida e forte.

sexta-feira, dezembro 08, 2017

ChuvA

Feriado de chuva e de trAbalho visto que tenho de adiantar um trabalho para ficar pronto antes do fim do ano.
Neste tempo cinzento apetecia-me estar em casa, no quentinho, a ler, ver televisão, meditar na vida ou quem sabe a fazer algo mais que me desse na vontade. Mas temos de trabalhar.
Vou passear com os primos pelos Jerónimos, a ver o museu Leite de Vasconcelos, talvez almoçar no mercado de Alges para eles conhecerem e conversarmos . Depois talve ver também o MAAT ou o palácio de Ajuda.
Hoje temos um jantar em casa do PV, onde vamos cozinhar porque ele não percebe nada de cozinha e vamos festejar o NAtal, ficando já este grupo arrumado. Amanhã temos um almoço - uma boa feijoada à brasileira - e Ainda um jantar de aniversário. Ou seja um fim de semana gastronómico e de comezainas.
Um grande SORRISO cheio de força e de luz, nesta FELICIDADE  que sinto interna e afectivamente.

quinta-feira, dezembro 07, 2017

Vida

Finalmente tudo resolvido... já se pode começar a actividade que faz parte do nosso projecto de vida actual, esperando que tudo dê mesmo certo. Muita coisa foi resolvida e, felizmente, tenho os contactos certos para poder acelerar tudo no seu devido tempo e assim resolver os problemas que vão surgindo duma forma célere e concreta.
Amanhã é outra vez feriado mas tenho que vir ao consultório ver uma doente para completar um trabalho engraçado que estou a fazer, indo depois passear com os meus primos e finalmente ir cozinhar a casa dum amigo para um jantar em casa natalício em casa dele. Como não sabe cozinhar, seremos nós, os amigos, a fazer o jantar. Se bem que não tenha grande vontade pelas atitudes e comportamentos de alguns desses mesmos amigos.
 Agora é produzir e trabalhar bastante para garantir o investimento feito mos o retorno que se quer e deseja. Tenho a certeza de que vamos ser bem sucedidos e que vamos conseguir estabilizar a nossa vida.
Quero e preciso de paz, tranquilidade e segurança, bem como de compreensão, amor e carinho para ficar e estar bem comigo e com a vida; neste momento tenho um ambiente fantástico em casa, com muito do que procurava e queria. Desejo que assim continuemos.
Pessoalmente tudo vou fazer para que a minha situação económico-financeira fique regularizado e que consiga vencer mais este obstáculo; tenho a certeza de que. Ou conseguir e ter uma vida mais tranquila, assim todos me percebessem e entendessem. Lamento certas atitudes incompreensíveis e que me magoam imenso mas é a vida é ela vai-se encarregar de demonstrar que tenho razão no que faço e como estou a gerir a minha vida.

Por isso, fica um enorme SORRISO cheio de FELICIDADE e de alegria por estar vivo, por estar muito bem e por ter à minha volta pessoas maravilhosas.

quarta-feira, dezembro 06, 2017

Projectos

RMais um dia... ontem fui apanhado pelo meu passado recente o que originou, com razão, um problema e momento de stress porque nunca mais aprendo que tenho, devo, contar muito do meu passado a quem está comigo. Por respeito, por dever e porque tudo tem de estar devidamente esclarecido.
Fui convocado para ser testemunha num processo por difamação relacionado com pessoas com as quais não quero mesmo ter nada a ver porque me lembram dias negros, momentos muito maus e Ainda me envergonha ter passado por tudo isso e não me compreendido toda a situação; por muito solitário que estivesse, por muita ausência de confiança e auto-estima, por muito que não aceitasse a minha idade, o meu corpo NUNCA deveria ter passado por tudo isto.
Um dos motivos pelos quais me sinto actualmente tão bem é porque me aceitam como sou, com a minha idade, o meu corpo, as minhas loucuras e maneira de ser o que é simplesmente fantástico porque me dá uma enorme força e confiança em mim mesmo e na vida.
Hoje inicia-se uma nova etapa dos nossos planos de vida com a finalização de todo o processo iniciado já há algum tempo; espero que tudo dê certo e possamos mesmo usufruir alguma coisa deste projecto. Que foi um pouco complicado por ser algo novo e pela imensa burocracia que ainda temos.
Voltando a um passado, felizmente que neste momento tudo isso está ultrapassado, esperando que não haja mais nada que me faça recordar esses tempos nem tão pouco mais contactos de qualquer espécie. Quero ter uma vida tranquila, pacífica e sem quaisquer problemas. Bem como nunca mais ter pessoas dessas à minha volta.
O Natal aproxima-se veloz e rapidamente, esperando que o meu SORRISO se mantenha e seja o reflexo da minha actual FELICIDADE.

terça-feira, dezembro 05, 2017

Ansiedade

Tanta papelada, tanta complicação para se fazer algo que poderá contribuir para dar trabalho a outros, aumentar, numa escala, diminuta,  a riqueza nacional e ter algum empreendorismo. 
Na verdade, não tenho experiência destes assuntos noutro País, mas, neste momento, parece-me que está tudo bem mais complicado e difícil de se concretizar, de se efectivar. Também é certo que, cada vez mais, estamos num mundo e numa sociedade sem palavra, sem ética, sem palavra.
Ainda hoje a agenda estava duma determinada forma, composta e seguida e dum momento para o outro, há uma marcação nova que falta, outras que desmarcam porque surgiram contratempos e de repente ficou uma agenda com espaços e alterações várias. É cansativo esta alteração constante das pessoas e da falta de palavra.
Sinto-me cada vez mais cansado, menos paciente com este quotidiano, apenas com vontade de "fugir" bem para longe, tipo Amor e uma cabana. Hoje sinto-me bastante ansioso e aborrecido porque não sei muito bem para onde me hei-de virar ou fazer para resolver estes problemas de curto prazo sem ter que me desgastar desta forma.
Felizmente que, no plano afectivo, está tudo muito bem e tudo corre muitíssimo bem, sem sobressaltos, sem problemas e com um crescente entendimento entre nós. Espero que assim continue e que tudo se mantenha neste caminho de bem estar, tranquilidade, paz e muito carinho. Preciso dessa estabilidade agora e sempre.
Nesta época festiva de Natal e fim de ano, espero conseguir resolver tudo aquilo que tenho para resolver e ficar mais tranquilo no novo ano que se aproxima, com o meu SORRISO mais forte e com a FELICIDADE que sinto neste momento.




segunda-feira, dezembro 04, 2017

Tranquilo

Mais uma semana... estamos quase no Natal e também a comemorar a entrada num novo ano. O tempo passa velozmente e quase que não damos conta dos dias, meses e anos. Espero e desejo que 2018 seja francamente melhor do que este ano que passou com mais FELICIDADE e motivos para ter um SORRISO cheio e forte.
O fim de semana prolongado passou-se muito bem em família, com passeio, muita gastronomia e algum frio. Ficámos num turismo rural bastante engraçado e acolhedor, tendo sido possível estarmos mesmo juntos e conversar-se bastante. Saber novidades de toda a família do Brasil.
Também reforçar cada vez mais os laços afectivos existentes neste relacionamento que está, na verdade, cada vez mais sólido e consistente; com tranquilidade, segurança, certeza de que se está no caminho certo e seguro. 
Hoje estou meio adoentado e de cama, com uma vaga sensação de desconforto e duma certa ansiedade que não sei identificar a causa, mas talvez e provavelmente terá a ver com alguns aspectos menos positivos deste meu quotidiano. E ainda por cima este mês vai ser muito curto e com poucas perspectivas.
Ando sem grande vontade de escrever, talvez por me sentir pacífico, tranquilo e em segurança, em casa e neste relacionamento que continua duma forma bem tranquila, bem como todos os nossos projectos de vida e de futuro.
Assim vale a pena ter um SORRISO forte e luminoso, cheio de FELICIDADE que merecemos e queremos.

domingo, dezembro 03, 2017

Posts

Curiosamente estive no local onde este blogue se iniciou, com o tal SORRISO a uma idosa que apanhava o seu sol na soleira de sua casa numa pacata vila alentejana. Há mais de 6 anos... 
O tempo passa, as pessoas mudam, as memórias permanecem como património pessoal e afectivo; e sobretudo eu estou diferente, mais amadurecido, mais consciente do que sou e do que quero, mais confiante e com muito mais auto estima.
Grandes diferenças marcam estes dois momentos como é evidente, quer no plano pessoal, quer afectivo, quer profissional porque nada é imutável nem tão pouco irreversível. Estou noutro tempo e noutra época em que estou igualmente com a FELICIDADE a que tenho direito e penso merecer.
A vida tem as suas regras, dá as suas voltas e contravoltas mas o que conta mesmo e tem importância é a nossa vontade de viver, de sermos felizes, de AMAR e ser amados, bem como de conseguirmos estar numa tranquilidade e numa paz positiva e constante.
Hoje sentimo-nos estáveis, vivendo uma vida mais difícil em alguns aspectos mas bem mais positivos noutros, nomeadamente, no plano pessoal. Eu estou bastante diferente do que era há seis anos, tendo aprendendo que o respeito pelo outro, a preservação da identidade e do espaço de cada qual é fundamental para uma vida em comum, bem como a completa e total ausência de planos alternativos ou de buscas infrutíferas.
Foi um fim de semana em família em que rimos, conversámos, comemos, passeámos e sobretudo vimos crescer mais a nossa certeza de querermos construir uma vida comum até ser isso  mesmo a nossa vontade e desejo. Sinto que estamos num caminho muitíssimo bom.
Por isso o nosso SORRISO é uma constante na vida e no meu dia a dia onde a FELICIDADE é uma realidade bem sentida e vivida.
PS: ontem foi um dos raríssimos dias em que não escrevi neste blogue não só porque não tive tempo como também porque não me apeteceu. O qe é estranho por não saber atribuir a essa naõ vontade um significado específico.

sexta-feira, dezembro 01, 2017

ferias

De fim de semana prolongado.... em Marvao com a família com um SORRISO e cheio de Felicidade 

quinta-feira, novembro 30, 2017

feriado

Amanhã é feriado e, talvez por isso, foi uma razia nas consultas que nem justifica ir trabalhar. Vai ser um mês bastante difícil e complicado pelos feriados seguidos, pelo Natal e pelas festas. É a Vida.
Hoje já fiz compras no supermercado, andei por aí e pouco mais....  fui ainda ao banco para resolver finalmente um assunto pendente que me foi favorável, porque noutro banco me recusaram um pedido por informações erradas. É a vida...
O tempo passa, estamos quase a ir de fim de semana para o alto Alentejo, com irmãos e primos. Vai ser um fim de semana diferente e, espero, bastante engraçado.
Tenho todos os motivos para que o meu SORRISO espelhe bem a minha FELICIDADE e a ALEGRIA pela minha vida actual.

quarta-feira, novembro 29, 2017

Confiança


Há momentos inesperados e surpresas agradáveis que nos vão acontecendo neste dia a dia que temos. Momentos de ternura, de certezas e de sentirmos a FELICIDADE que temos, que damos e recebemos. Surpresas porque, também finalmente, temos a certeza de que vivo uma realidade bem assente na terra, com tudo o que é necessário para funcionar. 
Já perdi os meus medos e os meus receios de fantasmas, inexistentes, que povoavam a minha cabeça, também em grande parte pelo comportamento exemplar e seguro de quem tem de me demonstrar isso mesmo. Estou tranquilo, pacificado e bastante confiante na vida e no futuro.
Estou certo que 2018 será um ano de mudança, de consolidação de muita coisa, de crescimento e amadurecimento pessoal, profissional e de novas aventuras consistentes e duradouras. Bem como dum aprofundamento desta relação que em cada dia que passa se torna mais firme e real.
Quanto ao consultório, temos de reforçar a publicidade, ver se funciona, melhorar a qualidade do serviço, atender mais e melhor bem como não desmarcar as consultas como o fazia. Não está tempo para isso nem o posso fazer.
É curioso que, desde que deixei a psicanálise e a psicoterapia, me sinto mais assertivo, mas com maior dificuldade em controlar a ansiedade. Com mais empenho e força, mas talvez com menos empenho, com mais consciência e memória, mas sem  sempre a conseguir aplicar. Deve ser normal.
Tenho, devo, acreditar cada vez mais em mim, bem como aumentar a auto-estima e saber que sou capaz de estar com alguém, de progredir na vida, de fazer novos projectos bem como de me controlar mais e melhor, acreditando também mais em quem me rodeia e tudo faz para me apoiar.
Também devo continuar a ser independente, não caindo de novo no deixar que me façam tudo para não me deixar ficar como no antigamente em que não fazia quase nada. Nunca mais quero ficar dependente de quem quer que seja.
Esta é uma semana mais curta por causa do feriado, que, nesta altura do campeonato são bastante prejudiciais porque cortam as semanas, as diminuem e fazem com que as pessoas se dispersem e procurem outras coisas para fazer. Mas mantenhamos o nosso SORRISO e a certeza de que sou capaz de conquistar e manter a nossa FELICIDADE.

PS: estou, felizmente, a perder a minha mania de utilizar o pronome "nós" quando me refiro a mim próprio, como se fosse da realeza ou do pontificado 

terça-feira, novembro 28, 2017

Felicidade

Dia cinzento, mas duma imensa tranquilidade interior. De facto vivo uma realidade com muita FELICIDADE, muito Amor e cumplicidade. Sinto que, neste momento, estou num tempo de consolidação, de verdade e de acreditar que, finalmente, encontrei o meu caminho afectivo e que vou conseguir ter o que há muito procurava.
Só quero mesmo uma franca melhoria da situação económico-financeira para, então, ficar completamente descansado; penso que também isso poderá ficar resolvido mais ou menos até ao final do ano. Visto que tudo se encaminha nesse sentido.
Resta-me apenas resolver uma situação de conflito com o meu filho mais velho que me custa imensa e que nunca mais se resolve por grande teimosia dele. Depois do muito que teve, que conseguiu e que ainda hoje usufrui, não é capaz de dar a volta ao texto e perceber que pode ter, a seu lado, uma pessoa que o continua a Amar e a querer ajudar.
Vai ser uma semana curta porque vamos ter dois feriados seguidos, sextas iras, que permitirão fins de semana prolongados. Este vamos em passeio até ao Alentejo para desfrutar da companhia dos primos que Ainda cá estão e se irão embora em breve. Para o outro teremos alguns jantares e compromissos, para aguardarmos pela época natalícia e pelo fim do ano, em que iremos para fora passar uns dias de descanso e de relaxamento. Bem como festejarmos juntos a nossa primeira passagem de ano.

Preciso, neste momento, de muita Paz e tranquilidade para que a FELICIDADE seja uma constante na minha vida actual, que as minhas memórias me ajudem a fortalecer este meu dia a dia e que o meu SORRISO seja uma uma realidade sempre presente.

segunda-feira, novembro 27, 2017

Natal

Entrámos na recta final do ano.... fim de Novembro, entrada em Dezembro com a certeza de que estamos bem, que temos mesmo uma nova vida e que, certamente, a FELICIDADE será uma constante na nossa vida e no novo ano.
Mas, e há sempre um mas, estou preocupado com o futuro no aspecto financeiro e profissional, visto que as dificuldades vão aumentando e permanecendo. Preciso de ter FÉ e a consciência de que tudo vai ser possível e que estou a construir algo de válido e consistente para o futuro. Futuro que quero risonho, luminoso e muito empenhado.
A vida tem muitas surpresas, muitas voltas e reviravoltas que podem e fazem toda a diferença; precisamos apenas de estar atentos e foçados no que é importante e fundamental para a nossa vida bem como estarmos seguros do que queremos, como desejamos e, assim, seguir o nosso caminho melhor possível.
Sinto uma angústia entranhada no meu corpo, motivada pela incerteza de sermos capazes de levar a bom porto tudo aquilo em que estamos metidos, mas quero acreditar que vamos conseguir desde que haja bom senso, não haja interferências de estranhos nem mais estados de alma assustadores e extemporâneos.
Ando de poucas escritas, talvez por me sentir bastante realizado e de bem com a vida,  não necessitando de me exprimir desta forma, apesar deste blogue continuar a ser bastante importante para mim e para a minha vida que quero tenha muita FELICIDADE bem como muitos SORRISOS fortes e luminosos.
PS: fazendo um balanço da vida e destes anos mais próximos sinto que cometi muitos erros e fui muito enganado, usado e aldrabado, esperando, sinceramente que, neste momento, consiga seguir em frente da melhor forma possível.


domingo, novembro 26, 2017

Domingo

Este ano as decorações de Natal começaram mais cedo porque não sabemos se estaremos em casa no próximo fim de semana ou se iremos com os primos passear algures.
E realizei um desejo de há muito de ter uma árvore de Natal branca que ficou linda com decorações vermelhas e pretas.
Ontem demos um jantar com amigos que foi bastante agradável, apesar de pequenas coisas que estão a acontecer na nossa vida e na nossa relação, por intromissão duma pessoa que, ainda não percebeu quer está fora do jogo, por opção. Não se pode ter chuva no nabal e sol na eira...
E hoje a história ia-se repetir uma vez que tem de haver um travão e uma posição bem clara da situação, sabendo cada qual o seu papel e o seu lugar. O problema é que, quando as pessoas estão de tal forma habituadas a comprar as outras não conseguem perceber que há coisas que não se compram nem se fazem. 
Mas, Infelizmente, como há ainda uma grande ligação por causa do passado comum, é difícil cortar o cordão umbilical de certas coisas, esperando que hoje tenha sido bem percebido as manobras e as intenções subjacentes a certas atitudes, ofertas ou seja o que for. Sinceramente espero mesmo porque, caso contrário, nada irá dar mais certo.
Já passou ficando um certo sentimento de desilusão e de tristeza que quero combater com o meu SORRISO e acreditar que a FELICIDADE é possível.



sábado, novembro 25, 2017

Fim de Semana

Mais um fim de semana em que se começa a preparar o Natal; finalmente realizei um desejo antigo de comprar uma arvore de natal branca que vai ficar linda de morrer na nossa sala, cheia de enfeites coloridos e de muitas luzes. Começo a Amar esta época que me entusiasma.
Ontem no almoço de  anos da minha Mãe houve dois apontamentos que me entristeceram bastante. Primeiro ver a decadência física e mental daquela mulher que foi uma força de vida, uma lutadora e uma empreendedora para o seu tempo, agora reduzida a uma situação de total dependência e uma aparente apatia acerca da que a rodeia. O que será que ela pensa e sente efectivamente ?? Perceberá a forma como vive e como está ou, pelo contrário e felizmente, não se apercebe da realidade e vive outros tempos e outras eras ?
O outro facto que me entristeceu - e muito - foi o completo distanciamento do meu filho mais velho, que continua preso nos seus fantasmas do passado  e que nem sequer pondera reconciliar-se comigo, seu Pai que tudo fez para ele ter a vida que tem e sentir-se realizado. Tenho mesmo pena e não me parece que muita coisa possa ser feita agora para se superar esse afastamento. 
De resto foi um almoço de família com algumas pequenas quezílias e algum desgarramento entre as pessoas porque me parece que há um desfazer do cimento que a todos unia e fortalecia. Sinto que cada vez mais as pessoas estão presas a algo que não a família e ao ambiente que havia. E também tenho pena que assim seja e que não possamos estar todos unidos e bem uns com os outros.
A vida é assim mesmo e nem sempre conseguimos que as coisas sejam como nós queremos e desejamos, porque, infelizmente, os valores se vão perdendo e as pessoas vão mudando e bastante. De qualquer maneira continuamos uma família ainda unidos à volta da nossa Mãe mas, no dia em que ela não estiver mais aqui, sinto que também toda a nossa estrutura familiar se vai desmoronar. Espero que consigamos manter algum cimento de ligação.
Um grande SORRISO de FELICIDADE por estarmos a entrar nesta época de Natal, que deveria ser de Paz e AMor.

sexta-feira, novembro 24, 2017

Mãe

96 anos de vida são os anos que, hoje, a minha Mãe comemora... quase um século de vida, cheia, preenchida com tudo o que a vida pode oferecer: Alegria, Felicidade, filhos, sofrimento, família, amigo, jogo e muito mais, pois não se podem resumir 96 anos de vida em três linhas.
Para além disso e fundamentalmente é Mãe e Mulher, tendo vivido intensamente todos os momentos da sua vida. E teve uma vida cheia de tudo aquilo a que uma pessoa tem direito. Marcou-me profundamente e tenho por ela um Carinho e um Amor muito especial.
Felizmente que em relação a ela, estou tranuilo e em paz porque já a "desculpei" e percebi o muito que ela fez, não podendo exigir que tivesse sido diferente, visto ela própria estar condicionada pela sua educação, pelos seus Pais ( especialmente pelo pai), pelos tempos em que viveu - em pleno século XX ( desde os anos quarenta )  - pelo primeiro marido e por tudo aquilo que passou, viu e teve de suportar. 
Mas neste momento acho que está em paz consigo mesmo, tranquila e preparada para o tempo que lhe restar.
Temos a sorte - os seus cinco filhos - de ter uma Mãe que nos acompanha em quase toda a nossa vida e que cá está Ainda para ver uma família imensa, cheia de netos e sobrinhos netos, todos com um Carinho muito particular pela Matriarca da família.
É um dia diferente, um dia especial e que será também um dia com muito carinho.
Quanto ao resto, tudo já está nos seus devidos lugares, tudo está tratado e arranjado devendo-se iniciar a actividade na próxima semana como esperamos. Também se deseja que, efectivamente, tudo corra nos conformes e que se consiga obter algum lucro desta actividade, uma vez que já nos custou muito dinheiro nesta burocracia infernal que existe para se abrir qualquer tipo de negócio. 
Mas o mais importante é mesmo ter projectos de futuro, termos a certeza de que se vai conseguir ter uma vida plena de FELICIDADE e de bem estar numa excelente companhia e neste caminho de tranquilidade em que estamos.
É lógico que todas as rosas têm espinhos, mas esses mesmos espinhos também fazem parte da vida, do nosso quotidiano, bem como da coexistência entre as pessoas e Ainda mais das que vivem juntas e têm um relacionamento. Porque o importante é saber cortar esses mesmos espinhos para que o brilho e a beleza da rosa esteja sempre presente.
Neste dia especial o meu SORRISO de FELICIDADE vai especialmente para a minha Mãe mas também para todas as pessoas que amo e fazem parte da minha vida.

quinta-feira, novembro 23, 2017

Chuva

Finalmente chuva... não será a necessária mas pelo menos penso que, desta vez, ninguém irá reclamar deste tempo pela urgente necessidade de água. Ontem deu uma reportagem assustadora acerca da seca em que estamos. Qualquer dia, se não chover o suficiente, estaremos com racionamento de água. 
Por isso mesmo, bendita chuva, esperando que se mantenha por muito e bom tempo; aliás sempre gostei de chuva e deste tempo cinzento, tempo excelente para star em casa a ler, dormitar ou desfrutar do nosso conforto.
Ontem já fizemos mais alterações em casa, para se criarem novos espaços onde as pessoas se possam sentir em casa, terem o seu ambiente e se sentirem confortáveis que é o principal e o mais importante para todos nós. E eu também ganhei um novo lugar para ler, estar descansado na cadeira que foi do meu Pai e onde ele passava a maior parte dos seus dias.
Também ontem tive boas notícias, desde do finalizar de todos os passos necessários para se arrancar com o nosso negócio, como também o arquivamento do tal,processo que me foi, estupidamente posto bem como com o acerto de várias coisas pendentes agora resolvidas.
Só falta algo de muito importante para esta semana ter,inda mesmo bem que é a conclusão dum negócio que temos pendente ou a resposta positiva a uma proposta que me foi feita. Espero que, também neste campo, tudo se resolve e defina duma vez por todas.

Apesar de cansado pelas voltas e contravoltas da vida, pelas alternâncias de humor e pelas muitas dúvidas que Ainda parecem subsistir na cabeça de algumas pessoas, sinto que a FELICIDADE está comigo e que posso ter um SORRISO cheio de calor e luz.

quarta-feira, novembro 22, 2017

Desejos

RMais um dia... ontem tive um dia em cheio no consultório como há muito não tinha. Agenda cheia, sem desmarcaçoes, início de alguns trabalhos e sobretudo doentes novos. Em casa, estamos a resolver várias coisas, mas é preciso um certo compasso de espera, um luto por fazer e uma compreensão de que algo, muito importante, mudou.
Apenas quero tranquilidade, paz, compreensão, Amor e atenção para poder estar na minha vida e no meu sossego. Bem como ter uma vida preenchida e com muito Carinho. E vou conseguir porque tudo se começa a encaixar nos seus devidos lugares e, tenho a certeza, de que iremos conseguir realizar os nossos planos.
Quero, preciso de ter objectivos; preciso e quero que a vida decorra numa normalidade imensa sem sobressaltos ou confusões. E com o meu habitual SORRISO fruto da FELICIDADE que cada vez mais quero ter e que quero sentir em todo o meu ser.

terça-feira, novembro 21, 2017

Vida

Ontem foi mais uma etapa neste nosso percurso de vida e de relacionamento. São etapas difíceis de digerir porque são também de ruptura com um passado que existiu mas que terminou. Nada é eterno, nem irreversível como todos nós sabemos e percebemos.
Por isso, estamos mesmo num novo caminho, com a certeza de que o queremos mesmo, que estamos bastante seguros disso mesmo para além de todas as dúvidas. Há algumas diferenças de personalidade que estamos a polir e a conhecer-nos para que não fiquem quaisquer resíduos de maus entendimentos porque é muito importante para qualquer relacionamento uma confiança e entendimento pleno.
Apesar de estar um pouco apreensivo pela demora de tudo isto, vendo o tempo a passar, as despesas a acumular-se, nada a resolver-se e sem se conseguir começar. Tenho FÉ que nos próximos dias tudo fique, finalmente, resolvido porque temos de encerrar este assunto.
Caminhamos a passos largos para a época natalícia e para o final de mais um ano, que não começou bem mas que, por FELICIDADE, vai acabar muitíssimo bem. Sinto que finalmente estou no caminho certo, com as opções que tomei e com a pessoa que encontrei no meu caminho e que me realiza totalmente. Ainda por cima, estamos numa mini transformação da "nossa" casa para que haja uma integração melhor e plena.
A vida continua lá fora (quase) na mesma; as mesmas politiquices do costume, a seca extrema e grave do País e sobretudo a falta de perspectiva de futuro porque com este governo e esta coligação não se poderão concretizar as reformas essenciais para sermos sustentáveis e suficientes. Espero que daqui a uns anos não estejamos de novo numa situação incontrolável e tal como a Grécia num abismo sem fundo.
Continua a não haver uma referência política, um estadista digno desse nome, como já tivemos e houve na história. Não é só a nível  nacional mas, infelizmente, a nível europeia e mundial também não há alguém com carisma, força e estratégia. Em Portugal vivemos uma certa ilusão de prosperidade, de que tudo é possível mas apenas para o Estado e os seus funcionários, visto que para todos os que trabalham no privado pouco ou nada mudou porque continuamos sobrecarregados em impostos e sem grandes hipóteses. Apreensivo com o futuro.

Mas de qualquer forma, espero que a minha FELICIDADE se consiga reflectir no meu SORRISO que quero que seja cada vez mais forte e luminoso.

segunda-feira, novembro 20, 2017

Projectos

Início da semana... caminhamos rapidamente para a época natalícia que, cada vez tem menos impacto, beleza ou o glamour do passado. Nem sei bem como será este ano porque, sinceramente, não tenho vontade de grandes folias e gostava de o passar fora deste ambiente e até fora da família. Mas, como não é possível, esperemos que este ano seja bastante melhor do que o ano passado.
 Ontem comecei a organizar a casa para ter mais espaço e novos locais, tendo deitado fora algumas coisas que já não vestia, não me serviam, nem faziam qualquer falta. Mas a verdade é que me faz sempre pena desfazer-me de objectos pessoais todos eles com uma história ou memória. Mas que me sinto mal, sinto, apesar de ser por uma boa causa.
Por isso mesmo, foi um dia ocupado, com muita correria e uma vez mais, sem termos tido tempo para irmos correr e passear um pouco pelo passeio marítimo como tínhamos passado mas na verdade o tempo não é elástico e , também, temos de ter tempo para nós.
Estou numa fase bastante positiva da minha vida, com objectivos, novos interesses e Ainda afectivamente preenchido e completamente apaixonado por uma pessoa que me completa e me faz sentir uma FELICIDADE diária. É muito bom estar assim, acreditar no que tenho e sobretudo não procurar seja o que for, nem ter quaisquer planos alternativos por ser completamente desnecessário.
E muitos mais planos e projectos irão aparecer e concretizar-se porque há muitas ideias e oportunidades, assim o nosso espírito e iniciativa o permita. E vai permitir com muita vontade e empenho.
Cá estou no meu "exílio" de Odivelas sem (quase) nada para fazer bem como no resto do dia, em que também não trabalho no consultório. Aliás esta questão da agenda, ou da falta dela, começa mesmo a preocupar.me tendo que tomar decisões importantes para 2018 de modo a diminuir despesas e rentabilizar mais o consultorio. E Ainda estabelecer como norma não trabalhar um dia por semana, por exemplo segunda feira por ser princípio da semana e por ter de acordar cedo por causa deste exílio.
Esperemos que 2018 seja francamente melhor do que este ano que está quase a acabar, para podermos ter um SORRISO Ainda mais forte e esperançoso neste caminho de FELICIDADE em que me emcontro.




domingo, novembro 19, 2017

Domingo

Domingo... uma azáfama tremenda desde ontem em que tivemos um jantar de família, acolhedor, amigável e bastante descontraído em que foi um reencontro com sobrinhos com quem não estava há muito e que queria que conhecessem a minha nova realidade.
Hoje foram algumas compras de utensílios que se estragaram pelo seu uso, bem como uma ida ao Ikea para vermos umas mobílias que queremos porque estamos a alterar um pouco a  casa e a adaptá-la a uma nova pessoa. E era para se começar com as decorações de Natal, mas já não deu tempo, nem paciência nem disposição para tal, tanto mais que também temos de ter tempo para namorarmos.
Ainda fiz uma escolha de roupa, tendo deitado fora algumas coisas que já não usava e que não me faziam qualquer falta. Preciso de mais espaço  para se criar um novo lugar personalizada e própria para o estudo e a tranquilidade necessária.
Por hoje, fico-me por aqui... com um grande SORRISO de FELICIDADE pela vida que tenho neste momento e neste dia a dia. 

sábado, novembro 18, 2017

Factos

Estou no consultório neste sábado... a ver umas quantas pessoas e a tentar compor o mês que, como toda a gente também diz, não está famoso. Na verdade, há uma retracção a este nível que se vai agravando tornando bastante difícil equilibrar os nossos orçamentos. Mas vamos confiar no futuro e nos dias que virão.
A burocracia é infindável neste País em que tudo é escrutinado e demorado, como se houvesse mesmo a vontade de que  nada siga em frente, nem haja novos negócios ou empreendorismo. É estranho, e tanto mais que também a justiça é lenta, demorada e sem grandes garantias do que quer que seja. Mas é o País que temos.
De vez em quando passam pelas nossas vidas, pequenos anti-ciclones ou tornados que destroem quase tudo mas que, depois, na bonança desses fenómenos, tudo é reconstruído e acertado, cabendo- nos tirar as devidas conclusões e aprender com esses fenómenos da natureza ou do Ser Humano. 
Na verdade, todos nós temos na nossa idiossincrasia e essência coisas boas e positivas, mas também outras mais negativas tendo de saber contrabalançar tudo e fazer com que tudo faça sentido e tenhamos FELICIDADE no nosso quotidiano.
A conciliação de feitios, temperamentos e forma de analisar a vida é diferente de pessoa para pessoa, e a conciliação desses factores é, muitas vezes, complicada, difícil e também eventualmente conflituosa. Mas com Amor e vontade tudo se resolve e se consegue viver com harmonia e tranquilidade.
Hoje estou ligeiramente abatido, a reflectir na vida, nas minhas coisas, nas minhas atitudes e forma de estar; efectivamente sinto que Ainda tenho muito para mudar, transformar e amadurecer mas também sei que têm ou devem tentar compreender certos aspectos que tenho e valorizar o meu lado positivo.
Quero que o meu SORRISO seja um must da minha pessoa, representativo da FELICIDADE que quero ter na minha vida com a pessoa que amo e com quem estou a começar a partilhar a vida duma forma completa e total. Não quero mais instabilidade, nem mais conflitualidade na minha vida porque, nesta fase, quero mesmo estar bem comigo e com quem estou.
PS: tenho-me lembrado por vezes do meu AA que, tem razão quando diz que lamenta eu ter interrompido a análise mas tenho de aprender a gerir a minha pessoa e a saber utilizar as ferramentas que já tenho.

sexta-feira, novembro 17, 2017

Projectos

Cada dia é um dia, com as suas características, as suas particularidades, coisas boas e outras menos boas. Mas temos e devemos viver cada dia da melhor forma possível, aproveitando o que temos bem como com os sentimentos que sentimos.
Ontem estivemos a jantar em casa da minha cunhada, com os meus primos brasileiros que continuam por cá. Jantar muitíssimo agradável, até porque foi a ocasião para apresentar a pessoa com quem estou. E fez sucesso porque na verdade é uma pessoa muito afável, simpática e sociável.
A conversa foi fluida, umas vezes seria, outras nem tanto mas sempre num clima de grande simpatia, Amizade e carinho. Gosto muito destes primos e temos grandes afinidades e, felizmente, que o MA foi plenamente aceite, acarinhado e integrado. Nunca vi tantas manifestações de carinho e atenção da minha cunhada...
Agora a trabalhar no SAMS desde as 08.00.... hoje estou nos meus dias de simpatia e charme para os doentes. Calmo, tranquilo e confiante em mim, na vida e afectivamente preenchido. Que mais se pode querer nestes dias que correm ?
Neste momento, as minhas prioridades são o início da actividade que criámos, o fortalecimento da relação que tenho, com mais carinho, mais Amor e respeito por cada um de nós, procurar uma casa que seja arranjada de raiz para nós, bem como tentar aumentar de qualquer maneira a clientela no consultório. Tenho de me aguentar mais uns anos, mas gostava que os últimos anos da minha (longa) carreira fossem pacíficos, tranquilos e satisfatórios. 
É evidente que, nesta fase do campeonato, já não ambiciono progredir muito mais, nem ter grandes rasgos de tratamentos, mas apenas fazer cada vez melhor o que já faço e passar a outros aquilo de que não gosto e já não me dá qualquer prazer. E é assim que quero continuar nestes anos que me faltam para me reformar.
Depois de me reformar, gostava que me fosse possível passar umas temporadas algures no mundo, tipo sul de Espanha, Brasil; locais diferentes onde me sentisse bem e onde a vida fosse um pouco diferente e mais agradável. Mas tendo o projecto de mudar de casa talvez consiga arranjar algo que me dê prazer e alegria.
Amanhã teremos um jantar especial em casa, pelo que temos de estar com um grande SORRISO, forte e luminoso para que a FELICIDADE continue a ser uma constante na minha vida.



quinta-feira, novembro 16, 2017

Atitudes

Mais um dia de trabalho e de resolução de assuntos pendentes para começarmos quanto antes a nossa nova actividade comercial. Está tudo a processar-se mas com custos e demoras. Papeladas a mais...
Há atitudes muito estranhas de pessoas que, habituadas a serem bajuladas, acarinhadas e a pagarem para serem servidas, não percebem que as pessoas têm de ser tratadas como Seres Humanos, com sentimentos, vontades e respeito. Caso contrario as relações deterioram-se e invertem-se na medida em que ninguém pode ou deve tratar seja quem for duma forma diferente daquela que gosta de ser tratada.
Vou entrar numa nova fase da minha vida, com alguém que é muito importante para mim, duma forma muito especial e que preenche por completo a minha vida, as minhas fantasias e fetiches. Para além de que somos complementares e termos atitudes muito, mas mesmo, semelhantes.
São momentos difíceis em que se tem de arrumar o passado, encarar o futuro e acreditar que o que vem será bem melhor e mais concreto. O Futuro é também muito daquilo que nós conseguirmos fazer e da nossa postura concreta. Como diz o poeta nós podemos comandar a nossa vida e assim será. 

Um grande SORRISO neste dia que fará a diferença e que será também um caminho para a nossa FELICIDADE plena e total.

quarta-feira, novembro 15, 2017

Felicidade

Estou tão, tão feliz com a minha vida que até receio que algo possa acontecer para estragar tudo isto. Mas não vai acontecer porque os nossos destinos estão unidos e foram feitos para se cruzarem na vida e no Universo.
Ontem foi um dia de emoções e sentimentos contraditórios; primeiro tivemos muito boas notícias para o nosso negócio que já está devidamente legalizado e pronto a começar o que é excelente e vai resolver muitos problemas de ambas as partes.
Por outro lado houve um qui pro quo com uma pessoa que está integrada neste círculo que não compreende ou não aceita esta situação e que quer, ou pretende, manter um status quo que já não existe há muito tempo. Mas também neste caso tudo se vai resolver.
Neste momento sinto-me extremamente optimista e confiante na vida, nos projectos que temos, no futuro que estamos a criar e na certeza  encontrado a pessoa para o resto da minha vida. Apesar de alguns pequenos nadas, a verdade é que ao fim deste tempo estamos cada vez mais unidos, mais em sintonia e preparados para a vida em comum, o que é simplesmente fantástico.
Tenho-me esquecido do mundo exterior, das notícias e até quase de algumas pessoas, o que é bastante estranho. Mas a verdade é que me sinto de tal forma apaixonado e feliz que tudo "pára quando a gente está junta".. já pensava que nunca mais sentiria esta FELICIDADE na vida e com alguém.
O mais importante é estar com os pés bem assentes na terra, não confabular, não idealizar o que não existe, mas sim estar consciente do que tenho, da realidade que temos e dos sentimentos que nos unem duma forma tão intensa.

Quero manter este SORRISO, quero que a minha FELICIDADE seja visível para todos e quero Ainda que a minha vida entre, final e definitivamente, num bom caminho e nesta tranquilidade de que tanto gosto.

terça-feira, novembro 14, 2017

Tranquilidade

Tudo se desenrola normal e tranquilamente neste dia a dia. Apenas estranhar que, apesar de tanta medida anunciada, a burocracia neste País continua a ser imensa seja para o que for. Para fazer algo ou iniciar uma actividade são precisos papéis e mais papéis, tempos de espera, dificuldades que impedem o empreendorismo das pessoas, a concretização de negócios, a criação de emprego e da riqueza nacional.
Deveria ser tudo bem mais fácil e rápido para atrair investidores, facilitando os negócios a toda a gente. Mas devemos estar no fim deste nosso percurso e prontos para começar.
Quanto ao resto está tudo muito bem, tranquilo, Pacífico e calmo sem nada a assinalar sem ser mesmo este continuo sonhar acordado, esta pacatez que o Amor nos pode proporcionar bem como um novo modo de estar na vida e neste dia a dia.
Tudo se vai resolvendo duma forma ou doutra, tendo que ter a paciência, a endurance e a resiliência necessárias para irmos vivendo e resolvendo o que vai surgindo neste quotidiano.
O mais importante e compensador é, finalmente, estarmos numa relação de corpo e alma, sem subterfúgios ou planos alternativos por se acreditar nas pessoas, confiar no que temos e estarmos plenamente satisfeitos com o que temos. Sermos correspondidos duma forma intensa, sentirmos um enorme sentimento bem como uma grande união e harmonia é algo que não tinha há muito e que quero manter, aumentar e consolidar. E estamos ambos empenhados nisso, mesmo se, por vezes, parecer haver uma sombra tutelar pairando por cima de nós.
Mas que irá desaparecendo com o tempo e com o desenvolvimento da relação que, como digo e sinto, está cada vez mais forte, mais estruturado e positiva para minha grande satisfação.
A nível profissional há uma ligeira melhoria, muito ténue, mas que, espero se consolide, seja real e efectiva nos próximos tempos para que possa também neste campo ficar mais tranquilo e descansado.

Um grande SORRISO nesta terça feira, dia 14 de novembro em que uma das minhas mais antigas amigas tem o seu aniversario esperando que também ela sinta a FELICIDADE que todos nós temos direito.

segunda-feira, novembro 13, 2017

Segunda

Início doutra semana... já estamos em época natalícia, mesmo podendo não haver Ainda esse espírito.  Mas a verdade é que estamos quase lá, neste frenesim de vida em que andamos e estamos.
Este ano não faço a mínima ideia de como vão ser esses dias porque, como disse, este ano estou com pouca vontade e animo para estas festividades. Gostava de estar fora nesta época mas como não é possível este ano, espero que para o ano possa estar algures no mundo.
Ontem foi um bom domingo, tranquilo, repousante e sobretudo a confirmação de que tenho, neste momento, algo de muito lmportante na minha vida bem como uma pessoa que me traz toda a FELICIDADE do mundo. E com quem tenho já tantos projectos. Alguns de longa data que sinto se poderão realizar  mesmo.
Estou no "meu exílio" em Odivelas, em que nada se faz a não ser ler, dormitar, pensar e pouco mais porque não há doentes nem nada mais para fazer. É o meu castigo semanal, sendo esta segunda feira um dia de descanso porque também não trabalho à tarde no consultório.
Hoje vou fazer mais umas compras de Natal para me ir livrando das mesmas e ter tudo feito até ao fim deste mês porque a partir de Dezembro torna-se impossivel fazer compras ou ir a Centros Comerciais. Já este sábado foi horrível o Corte Inglês, detestando cada vez mais esta aglomeração de pessoas. E, curiosamente, também nisto eu e o MA somos muito parecidos, assim como continuamos a ter muitas "transmissões" de pensamentos e de ideias em simultaneo o que é espantoso.
Mesmo sem psicanálise, sem psicologia sinto-me muito bem, sentindo que tenho as ferramentas necessárias para o meu dia a dia e para o meu futuro, tanto mais que tenho o apoio incondicional de quem tenho ao meu lado. Bem como a consciência e as memórias do que não devo fazer - nem quero mesmo - e de co o devo proceder para que tudo corra como quero e desejo.

E quero, desejo, que está FELICIDADE que sinto neste momento se reflicta no meu SORRISO cheio, luminoso e forte porque efectivamente me sinto uma pessoa melhor, mais apta a enfrentar o mundo e mais confiante na vida.

domingo, novembro 12, 2017

Natal

Confesso que continuo FELIZ, cheio de Amor, confiança e certeza de que encontrei a FELICIDADE e a pessoa que me proporciona tudo isso. A vida dá muitas voltas mas acaba (quase ) sempre por nos proporcionar algo de bom e de positivo se soubermos estar atentos e darmos valor ao que nos rodeia.
Com as minhas memórias, com o meu passado e com o muito que tive, que fiz, que sofri, que ri e que gozei, sei, neste momento, tudo aquilo que preciso e que devo fazer para manter algo que quero muito; aprendi a dar espaço, a colocar-me no devido lugar, a não procurar planos alternativos, respeitar e a confiar na pessoa que tenho a meu lado.
Há uma diferença abissal entre este Luís de hoje e aquele outro Luís de antigamente, com o seu lado negro e muito escuro, sem objectivos, sem uma verdade na vida, sem saber por onde ia; neste momento tendo novamente uma pessoa a meu lado, um relacionamento fantástico e mágico, novos objectivos na vida e ainda a certeza de que sou uma pessoa válida, interessante, culta e interessada na vida. É muito bom sentir-me assim...
Ontem adiantei imenso as minhas compras de Natal que se vão reduzindo progressivamente visto que é um disparate estar a gastar tanto, sem necessidade. Este ano haverá  apenas uma pequena lembrança para algumas pessoas e algo de muito especial para duas ou três pessoas que são a essência da minha vida. 
Ontem o El Corte Inglês estava uma loucura por causa das promoções dos brinquedos; sei o saber caímos em cheio numa multidão "em fúria" cheia de embrulhos e de brinquedos. Comprei o que necessitava e fiquei com um vale para descontar em outros presentes que ainda preciso comprar. E mais uns dias e acabarei as compras. No dia 1 de Dezembro como manda a tradição vamos enfeitar a casa para a época natalícia.
O ano passado dei um almoço a amigos para que me decorassem a casa e foi muito giro, não tivesse descoberto estar a ser roubado nesse mesmo dia, pela utilização indevida do meu cartão de crédito, por alguém que por acaso ate também estava a almoçar em minha casa. Mais uma das minhas idiotices.
Felizmente que o qui pro quo com a minha grande amiga amainou e tudo está controlado e em calma; ainda bem que assim é porque não quero mais conflitos com ninguém para não me acusarem de ser conflituoso e gostar de discutir. Apenas posso pensar ter razão nalgumas coisas e lutar por isso mesmo.
Um grande SORRISO neste domingo em que estou tranquilamente em casa a pensar e a sentir a minha FELICIDADE actual com a certeza de que tudo está nos seus lugares próprios e devidos.

sábado, novembro 11, 2017

Sábado

Sábado... compras de Natal no Principe Real e no Corte inglês, que estava uma loucura pela promoção dos brinquedos a 50% no cartão. Não se podia andar em parte alguma.
Ontem foi um dia em cheio, de trabalho, de Padel e para relaxar, fomos jantar perto da meia noite ao La Finestra e depois beber um copo ao Principe Real. Mas pouco tempo pois estavámos demasiadamente cansados.
tenho de ter mais atenção ao que aqui escrevo porque não posso expor as pessoas como às vezes o faço porque uma coisa são os meus sentimentos, opiniões e comentários pessoais e outra, totalmente diferente, é escrever acerca doutras pessoas duma forma quase explicita. Atenção a esse aspecto.
De resto, continuo nesta minha caminhada de FELICIDADE com um SORRISO cada vez mais amplo e luminoso com a certeza de que é mesmo isto que quero e desejo

sexta-feira, novembro 10, 2017

Vida

Sexta feira.... depois duma noite muito bem dormida em casa do MA, cheguei bem a tempo ao SAMS porque, na verdade, viver em lisboa é outra história. E nos planos imediatos está mesmo vir viver para Lisboa assim que for possível.
Quero acreditar que neste novo ano que se aproxima velozmente tudo será bem melhor e que consiga/consigamos concretizar mais e melhor os projectos existentes, que haja uma melhoria financeira e que esta FELICIDADE continue a ser uma realidade vivida em cada minuto do dia.
No ano que entra vou "perder" um dos meus grandes apoios da minha vida, pois o meu filho F vai iniciar a sua nova etapa de vida longe de todos nós, sem a perspectiva de regressar nos próximos tempos ou anos ao seu País. Vai-me custar bastante porque ele é um elemento fundamental na minha vida, tanto mais que, apesar de ter outro filho, não posso contar com ele.
Ontem tive uma troca de palavras completamente inúteis e disparatadas com uma grande amiga, a propósito duma peça de mobiliário que julguei  ter emprestado e afinal lhe dei e que ela foi dar a outra pessoa. Foi há muitos anos mas, por acaso, tenho um especial carinho por essa peça e fiquei chocado por ela ter dado algo que lhe tinha sido dado. Eu nunca o faria e por poder eventualmente estar a ser injusto com ela, tenho perguntado a outras pessoas e elas também não o fariam, à excepção de um amigo comum que não viu mal algum.
Acumulando este caso com a ausência de presente nos meus sessenta anos, resolvi que nunca mais darei qualquer presente a essa amiga, porque tem de haver reciprocidade e porque, aparentemente, ela não só dá o que lhe é dado como Ainda e muitas vezes nunca é capaz de andar com o que lhe damos. E não é de hoje ( talvez esteja a ser injusto... mas estou sentido)
(...) Esta minha amiga do coração tem um enorme potencial que está a desperdiçar mesmo sendo por uma causa justa e nobre (...)
Estou com muito pouco espírito natalício, sem vontade de organizar os presentes ou de me integrar nessa onda, tanto mais que estava convencido que iria passar o Natal algures no mundo e não em Portugal. 
Afinal as pessoas passam, os planos mudam e temos de nos adaptar ao que temos; estamos a organizar o nosso fim do ano que será passado algures e duma forma discreta porque o tempo não está para mais e o que verdadeiramente interessa são mesmo as pessoas, o estar-se juntos onde quer que seja.

Acordar com um SORRISO, pensar na FELICIDADE que sentimos é algo de fantástico e de merecedor pelo que tenho/temos de continuar neste caminho que é simplesmente fabuloso e enriquecedor. E assim vai continuar...