segunda-feira, outubro 16, 2017

Castigo

Início de mais uma semana... finalmente parece que o tempo vai mudar, com chuva, frio e tudo aquilo que faz parte do tempo habitual para esta época. Já estamos cansados deste calor e de não podermos vestir roupas quentinhas e boas.
O fim de semana foi excelente, ,divertido e cada vez com maior envolvencia e cumplicidade, mas também com maior conhecimento e entendimentos da personalidade de cada um. É preciso saber desarmar potenciais conflitos,antes que assumam proporções tais que possam minar o caminho que estamos a seguir. Perceber, compreender a pessoa é fundamental, bem como ter um diálogo permanente e uma vontade de resolver tudo o que possa surgir.
Só assim se consegue ter um bom relacionamento que nos faça ter, efectivamente, a FELICIDADE do nosso lado.
Estou em Odivelas no meu "castigo" semanal com pouco ou nada para fazer sem ser mesmo escrever, ler, dormitar ou seja o que for, para me ocupar nestas horas em que aqui estou sem nada para fazer. Aproveito também para meditar e reflectir na vida, em mim e nas pessoas.
Hoje tenho o meu gabinete ocupado pela minha colega ortodontista pelo que não vou trabalhar de tarde, não tendo também nada programado para fazer a não ser pôr alguns papéis em ordem e, talvez, programar a semana. 
Sinto que precisava mesmo deste tipo de relacionamento para estar bem, se bem que não posso ficar tão dependente duma relação como acontecia no passado; tenho/temos de ter a nossa liberdade, a nossa vida bem como a nossa forma de a vivermos, estruturarmos e organizarmos para que nos sintamos bem connosco e com o outro. É fundamental.

Assim como é muitíssimo importante estar a cem por cento neste caminho, sem planos alternativos, secundários, subterfúgios ou outros visto que apenas assim conseguimos ter o nosso SORRISO forte e verdadeiro, bem como sentir a FELICIDADE na sua totalidade.

domingo, outubro 15, 2017

Domingo

Nesta correria do fim de semana, o tempo escoa-se e pouco  tempo temos para escrever ou comentar o nosso quotidiano. Hoje, domingo, já saímos, já joguei Padel, já almoçamos e agora irei fazer a minha habitual sesta de fim de semana.
Ontem foi também um dia ocupado, tendo, contudo, havido tempo para estar com as minhas duas melhores amigas para termos uma conversa há muito prometida; foi um sinal de muita Amizade, confiança e, produtiva como foi, vai certamente provocar benefícios no futuro. Esta minha consciência actual de que há sempre duas faces da mesma moeda ajuda bastante ao meu entendimento acerca da realidade que tenho. E esse trabalho devo-o inquestionavelmente ao meu ex psicanalista que me fez crescer e amadurecer.
Estamos a descobrir um novo espaço na minha casa, que é a varanda do meu quarto, que é, sem vento, dum conforto imenso e bastante agradável, tendo jantado ontem uma excelente raclette nessa mesma varanda ( sacada em português do brasil ). A verdade é que já não me sinto muito agradado com essas comidas tão pesadas tendo ficado até um pouco indisposto.
Quando ao relacionamento, vamos cimentando o nosso conhecimento, alicerçando-o e fazendo-o crescer em cada dia ou minuto que passa com uma imensa FELICIDADE e um grande e intenso SORRISO.

sábado, outubro 14, 2017

(Mais) Momentos

Mais momentos de prazer, mais momentos de Amor são os que vivo, e bastante, nestes dias que passam. Ontem disseram-me para deixar de viver no passado, não compreendendo que, desse mesmo passado, consigo tirar uma série de ensinamentos que me permitem, no presente, viver como vivo, sem mentiras, subterfúgios ou ilusões.
Talvez essas pessoas que me dizem para não viver no meu passado confundam memórias, bons momentos com melancolia, nostalgia ou desejo de que esse mesmo passado se repita, o que não é de todo a minha intenção. Mas também essas pessoas não me conseguem, talvez, compreender como eu sou neste momento, assim como certamente eu também já não as entendo como no passado, porque o distanciamento da vida nos fez seguir caminhos diferentes, mantendo todavia a Amizade, o carinho e a ternura. Que da minha parte existe e continuará a existir.
O passado existe, já passou no tempo, mas muita coisa, factos ou pessoas ficam e permanecerão no nosso coração, na nossa alma e imbuído em todas as células do nosso corpo, criando ou dando continuidade às auto estradas neuronais que Damásio diz formarem-se por efeito do nosso dia a dia.
Esse passado, como já o disse muitas vezes, está povoado com uma panóplia de pessoas, factos, acontecimentos, duma riqueza imensa e que são o meu património pessoal, afectivo e a minha mais valia. Eu sou o que sou mais tudo isso que atravessou a minha vida e me influenciou duma maneira ou doutra.
Nada nos acontece por acaso, nem nada passa por nós sem deixar uma marca, um rasto que pode ser positivo ou negativo dependendo das circunstancias, do "mood" e duma amalgama de causas e efeitos, mas efectivamente a deixar a tal pegada. Recordando muito do que foram estes meus sessenta anos de vida, constato que evoluí, cresci, amadureci e tornei-me um Homem completamente distinto do que era, perdendo a infantilidade do meu comportamento bem como ficando, na maior parte das vezes, mais racional.
Mais racional, mesmo que ainda seja básico ou primário em muitas ocasiões que tento controlar e modificar, na medida em que, como também aprendi, temos de saber pôr-nos na pele das outras pessoas. Não julgar sem o necessário contraditório, não criticar sem analisar, não castigar sem perceber as razões de cada pessoas.
Se conseguirmos fazer este exercício de juízo, esta análise fria e consciente certamente que o nosso dia a dia será bastante melhor e menos problemático, bem como bastante mais positivo. São "guidelines" que fazem toda a diferença permitindo desfrutar a vida com uma enorme tranquilidade e FELICIDADE.
Esta mudança de comportamento, este prazer imenso que sinto em coisas simples e concretas da minha vida de hoje fazem com que consiga ter um SORRISO cada vez mais aberto e luminoso por estar a sentir uma grande FELICIDADE interior que se transmite e irradia para o exterior. Assim o espero.

sexta-feira, outubro 13, 2017

Sexta

Sexta-feira, quase de entrada para o fim de semana que, felizmente, voltaram a ter brilho, motivação e Ainda vontade de ter dias de tranquilidade, de desfrutar de bons momentos bem como de estar com aquela pessoa de quem se gosta.
Na verdade, sinto-me extremamente feliz nestes meus momentos de FELICIDADE que vou tendo, desfrutando e entranhando esta minha realidade que sei, sinto vai ser duradoura, tranquila e pacífica.
Profissionalmente continuo preocupado porque a concorrência, a falta de motivação dos doentes e também a opção dos mesmos por outros bens de consumo levam a que recorram menos ao dentista que Ainda é considerado algo de dispensável e não de primeira necessidade. Mas, espero, vai melhorar... 
Que mais tenho para contar deste meu dia a dia que gira à volta do mesmo, neste encantamento em que ando e se consolida a todos os minutos. São momentos muito bons, de boa disposição, companheirismo, cumplicidade, interesses comuns em conjugação com uma grande sintonia do estar e harmonia entre duas pessoas.
Já disse e repito ter a sorte de ter encontrado ao longo da minha vida pessoas que me preencheram e me deram muito. Dois filhos que adoro, apesar dos eventuais problemas que possa ter neste momento dados por um casamento de 15 anos, em que ambos éramos imaturos e não preparados para essa mesma união que deixámos contaminar e destruir. 
Depois foram outros quinze anos de relacionamento com uma pessoa muito, mas mesmo muito especial que me suportou imenso, que sofreu bastante pelo meu comportamento mas que foi e é a pessoa da ilha vida. Recordo muitos e bons momentos duma imensa FELICIDADE, sabendo que essa mesma pessoa ocupará sempre um lugar de destaque no meu coração. Mesmo que estejamos mais afastados, sei que ambos temos e continuaremos a ter uma grande ligação.
E, finalmente, chegamos ao dia de hoje em que, sinto, encontrei a pessoa para o esto da minha vida; a forma de estarmos e de sermos é completamente distinta porque na verdade cada relação é uma relação e tem a sua dinâmica própria e distinta. Mas o que interessa é termos a FELICIDADE e a capacidade de sermos felizes e de em conjunto termos um grande bem estar.

Um grande SORRISO neste último dia da semana em que a FELICIDADE vai fazer parte da minha/nossa vida.

quinta-feira, outubro 12, 2017

Momentos

Há momentos inesperados duma grande intensidade e duma realidade imensa... ontem tive(mos) um desses momentos em que a vulnerabilidade, a entrega, a disponibilidade, a carência levaram a um jantar maravilhoso e a uma noite fantástica...
Na verdade quando há uma partilha de interesses, um sentimento forte, entranhado e positivo que se vai consolidando e tornando-se cada dia ou minuto que passa mais sentido e real. Ontem foi particularmente bom porque reparei numa grande vulnerabilidade e necessidade de acreditar, de estar bem como de ter a certeza de que existe afinidade e uma relação. E ontem fiquei ainda mais convencido de que, efectiva e afectivamente estamos, de corpo e alma neste percurso comum de vida.
Quero ter a certeza de que este caminho é mesmo o que pretendemos e neste momento tenho essa certeza (quase) absoluta, mesmo sabendo que com sentimentos e com o coração humano nada é absoluto.  Mas quando sentimos algo de tão genuíno, de tão verdadeiro podemos confiar que, agora e neste momento, tudo é possível e verdadeiro.
Não tenho tido grande vontade de escrever posts porque na verdade me sinto tão preenchido, tão tranquilo, tão pacifico que não necessito de desabafar como há uns tempos. Para além de que tenho uma pessoa com quem converso acerca de tudo, sem haver assuntos tabus. A verdade completa que me faz sentir muitíssimo bem e relaxado. Também a verdade é que tudo contribui para isso.
Um enorme SORRISO nesta quinta feira de folga, de descontracçao e de far niente em boa companhia e na certeza de que estamos com a FELICIDADE dentro de nós.
Será que isto é paixão ? Evidentemente que é...

quarta-feira, outubro 11, 2017

Velhice

Meio da semana, mais um dia de trabalho, mais uma etapa. Estou já a pensar no fim do ano, a reservar locais já estando muita coisa esgotada, o que é simplesmente incrível. Não há dinheiro para coisas essenciais, mas para passeios e viagens o vil metal aparece sempre.
Nesta minha caminhada de vida, estou numa etapa em que me sinto bastante feliz, tranquilo e apaziguado comigo, com a vida, com as pessoas e com tudo aquilo que me rodeia. Estou bastante mais desperto para factos, acontecimentos e pessoas que fazem parte do meu dia a dia, que integram o meu mundo e que são peças fundamentais para o meu equilíbrio.
Talvez seja por estar apaixonado, feliz e tranquilo ou talvez seja por estar a viver um momento muito positivo e verdadeiro na minha vida, a sentir-me protegido, acarinhado e resguardado como nunca me tinha sentido. Quero, gostava que tudo corresse como está a acontecer e assim se mantivesse.
Ontem fui ver a minha Mãe à casa de repouso em que está. Estava a dormir como é habitual, acordou e quase que não nos reconheceu - também foi a minha assistente - com uma conversa desgarrada, incoerente e sem nexo. Fiquei triste, fiquei chocado e nunca mais quero lá ir, porque esta degradação do Ser Humano é-me muito difícil de suportar.
Quero manter a imagem da minha Mãe como aquela Mulher forte, positiva e lutadora que tenho e não como aquela velhinha que ontem vi e que não reconheci. Felizmente que estou em paz com ela e sem nenhuma problemática actual, porque lhe reconheço muito mérito e todo o passado está devidamente integrado.
Não quero ficar assim nem chegar aquele estado pelo,que, começo a falar e fica escrito, que não quero quaisquer medidas que me prolonguem uma vida artificial e que, espero, parta antes de perder as minhas faculdades mentais.
Quero que este dia - em que passa um mês do início de algo muito importante - seja caracterizado por um grande SORRISO, sinal de que a FELICIDADE é real e concreta.  

terça-feira, outubro 10, 2017

Apaixonado

A semana vai andando.... cada dia que passa ficou mais certo do que tenho, do que quero e do que preciso. Sinto-me acompanhado, acarinhado, estimado e amado, o que é, de novo, uma sensação fantástica.
Estou seriamente preocupado com a minha situação profissional, porque há poucos doentes, agenda meia cheia, poucos trabalhos e despesas fixas e constantes. Não sei muito bem como vou dar a volta, mas tenho de o fazer mesmo visto que tenho de me aguentar Ainda durante alguns anos nestas lides.
Sinto-me francamente bem, de consciência tranquila, com um comportamento positivo querendo mesmo tornar-me confiável para mim e para quem me interessa. Agora é importante estar de mente limpa, de coração aberto e de transformar em realidade aquilo que penso sem problemas, sem subterfúgios,nem planos alternativos ou o que quer que seja. 
Finalmente compreendo  a importância da fidelidade, da entrega sem cobrança alguma, do estar de corpo e alma com alguém; é totalmente diferente, pela disponibilidade, pela tranquilidade e pela verdade em que vivemos. E quero, preciso mesmo de viver assim desta forma para que a minha/nossa FELICIDADE seja a verdade e a prioridade deste meu quotidiano.
Sinto-me mais maduro, mais consciente do que sou, sem a pressão da psicanálise que, por vezes, me causava muita dor e angústia, para além de me afastar por vezes do foco que queria, por estar demasiadamente centrada em mim mesmo e não me deixar alargar os meus horizontes. Tenho saudades do AA mas precisava mesmo desta pausa, tanto mais que deixei de acreditar, como acreditava, no terapeuta. Houve uma catarse quando o descobri como um homem igual a tantos outros, com as suas necessidades e as suas tendências que me "abalaram" bastante na altura.
Quero que o meu SORRISO seja forte, cada vez mais empenhado e firme nas minhas convicções, nos meus gostos e vontades para que a tal FELICIDADE recuperada seja afectivamente sentida e desfrutada.
E sê-lo-à se eu seguir o meu instinto, os meus sentimentos e a minha paixão que crês e se consolida todos os minutos da minha vida.



segunda-feira, outubro 09, 2017

Semana

Nova semana.... fim de semana prolongado e extremamente positivo. Neste novo registo, estamos bem, com a FELICIDADE bem sentida e entranhada no nosso ser e a certeza - se é possível ter certezas - de que estamos no bom caminho e finalmente numa vida que queremos.
Acabaram-se as aplicações, apagam-se números de telefone que não fazem falta alguma, nem correspondem a nada mais do que planos alternativos de que já não preciso. Como me dizia a AD tenho de me tornar confiável perante mim mesmo e para isso tenho e devo continuar a fazer aquilo que já devia ter feito há muito tempo. Não ter planos alternativos, acreditar nesta relação e não a destruir por coisa alguma, fazendo da confiança, da verdade e entrega o nosso lema e a nossa orientação.
Acreditar em mim, acreditar no que tenho bem como e principalmente acreditar que também o outro está empenhado na construção de algo muito sério e verdadeiro. Tenho a sorte, como já escrevi, de ter encontrado as tas nas alturas trás da minha vida. Espero e desejo ter encontrado, neste momento, a relação que quero para o resto da minha vida.
Mas uma relação tranquila, verdadeira, positiva onde a abordagem de assuntos sérios, entremeia com gargalhadas e momentos de muito riso, com sexo cheio de amor e Ainda uma cumplicidade, uma vontade de se estar, um desejo permanente, uma realidade sempre viva e presente.
É isto estar apaixonado ? Certamente que sim, porque neste momento a minha/nossa vida está completamente entranhada uma boa outra, apenas tendo de acreditar que é possível porque eu sou merecedor desta FELICIDADE.
Recordo um episódio há muitos e muitos anos, em que tive de lutar por uma pessoa, por uma relação e por aquilo que queria; e venci essa guerra porque recuperei a pessoa e tudo aquilo que queria na altura; foi uma batalha enorme, acompanhada de uma depressão enorme mas que, agora e vista a esta distância, me permite confiar em mim mesmo e no meu potencial como Homem, como amante, como. Namorado e Ainda como pessoa do mundo.
Esta auto-confiança, esta auto estima que se está a consolidar e a dar os seus frutos permite-meu ter um enorme SORRISO por saber que a FELICIDADE existe e faz parte do meu presente e quotidiano duma forma firme e positiva.




domingo, outubro 08, 2017

Domingo

Não tenho escrito muito aqui porque, na verdade, ando num registo totalmente novo e distinto dos últimos tempos. Encontrei, finalmente, a pessoa que quero para o resto da minha vida e estou feliz e positivamente agradado com o que tenho.
Tudo corre normal e fluidamente, sem sobressaltos, sem medos ou receios visto que quando estamos com alguém que valorizamos e nos valoriza, que gosta tanto de nós como nós dessa mesma pessoa tudo fica mais claro, mais intenso e sobretudo mais vivido.
Mas, comigo, parece nunca haver bela sem senão e de vez em quando por motivos que não quero descriminar aqui, há umas nuvens que se projectam neste cenário idílico e azul causado por factores externos que, nunca, mais são efectivamente resolvidos. E terão de o ser visto que vão deixando algumas marcas que, cumulativamente, poderão causar grandes prejuízos e estragar algo de muito, mas mesmo muito maravilhoso.
Tenho a certeza do que quero, do que sou e ainda para onde quero ir; neste momento, consolidar esta relação, equilibrar-me internamente e refazer as minhas finanças, mesmo que tenha e devo faze-lo, prescindir de muita coisa que, por ser supérfluo, não faz grande falta.
Quero continuar nesta caminhada iniciada há pouco mais do que um mês - esquecer outras pessoas que pouco interessam e que nunca me valorizaram - seguindo em frente neste caminho de afectos e de carinhos que nos caracteriza e que nos une duma forma extrema. Para além disso cada um de nós faz e sente de forma totalmente diferente e distinta do que fazia ou sentia até este momento.
E estas novas experiencias, estes novos caminhos ou registos são absolutamente fantásticos, permitindo que o meu SORRISO seja forte, luminoso e francamente positivo, nesta senda da FELICIDADE em que me/nos encontro(amos).
Amor é mesmo fogo que arde sem se ver, ferida que....... 

sábado, outubro 07, 2017

Sol

Sábado preenchido..... pequeno almoço à inglesa, praia do Meco que estava uma delícia, ida rápida ao Chiado para comprar um livro na FNAC - só havia mesmo lá - almoço tardio em casa por volta das 18.00, sesta para repousar das fadigas, visita do meu filho Fran para ver o futebol, que ganhámos e finalmente cozinhar para a semana de trabalho. ESgotado...
Agora a descansar no sofá a ler o meu expresso, a pensar na vida. É de facto um luxo poder estar numa praia a 7 de outubro - a comemorar um mês de algo muito especial - quase vazia, com um sol esplêndido, uma água fria mas refrescante e fazer algo que adoramos, nudismo. É uma sensação simplesmente fabulosa.
A vida tem muitas voltas e contravoltas mas a verdade é que temos de estar preparados para aquilo que ela nos pode dar, em cada segundo da nossa existência, para que possamos mesmo manter o nosso SORRISO neste particular momento de FELICIDADE que atravessamos
PS: momento que, por vezes, tem algumas sombras que conseguem tapar o sol e magoar-nos mas temos de ser fortes e superiores a tudo isso, lutando por aquilo que queremos mesmo.

sexta-feira, outubro 06, 2017

Paixao

Sexta feira... de fim de semana prolongado, de descanso e recuperação de forças e de ânimo. E acordei maravilhosamente bem duma forma extremamente carinhosa, querida e envolvente.
estou a viver um momento fantástico da minha vida, com  alguém que  Amo e adoro e com quem quero passar o resto da minha vida. E, desta vez, sei que assim será porque está a ser completamente diferente.
Ha uma enorme cumplicidade, uma intensa intimidade, uma afinidade feita de pequenos nadas que transformam cada minuto em sessenta segundos repletos de FELICIDADE.

Desde há muito que não me sentia assim, sem Nada mais querer do que estar com essa pessoa, desfrutar cada minuto na sua companhia, planear o futuro em conjunto, viver o presente desta forma, sempre com um imenso SORRISO forte, luminoso e consciente da FELICIDADE que sinto agora e, espero, por muito mais tempo.

quinta-feira, outubro 05, 2017

SEm tempo

Sem tempo para postar nada, a não ser deixar o meu SORRISO e a minha FELICIDADE

quarta-feira, outubro 04, 2017

Bem estar

Estou feliz.... tenho a impressão de que, finalmente, encontrei a pessoa certa para o resto da minha vida. A cumplicidade, a ternura, os afectos, a alegria de estarmos juntos, de vivermos esta relação desta forma tudo se conjuga para que sintamos a força e vitalidade deste relacionamento,
Por causa do feriado do 5 de Outubro, é uma semana curta, pouco produtiva e, pelos vistos, com as pessoas a aproveitarem todos estes fins de semana prolongados para irem passear, viajar ou o que quer que seja.
Não posso permitir que os meus receios, as minhas compulsões, a minha personalidade crie barreiras, conflitos ou problemas onde eles não existem, visto que, se respeitarmos o espaço de cada um, compreendermos a sua postura, acreditarmos e tivermos confiança, tudo flui fácil e coerentemente. O acreditar, o ter confiança é a condição necessária e suficiente para que (quase) tudo corra bem e facilmente.
Estou com uma enorme dor de cabeça, que, espero, vá passando e que me permita estar a trabalhar, se bem que hoje o trabalho seja muito pouco no consultório. Há ou continua a haver algum decréscimo no movimento. Mas tenhamos FÉ.

Não estou para grandes textos ou comentários nesta fase da vida em que me encontro, porque a verdade é que, estando neste meu crescimento e amadurecimento, não só me sinto bastante melhor comigo mesmo, como sinto cada vez mais forte e interno o meu SORRISO na certeza de que tenho a FELICIDADE  comigo.

terça-feira, outubro 03, 2017

Outubro

Bom dia para os dentistas... hoje, dia três de Outubro é o nosso dia. Mais um dia inutil porque estes dias de comemoração não conduzem a lado algum. Mas, enfim, é simpático ter um dia...
A minha vida entrou numa rotina muitíssimo positiva e agradável, com a (quase) certeza de que, finalmente, estou num novo registo e num novo caminho que me agrada imensamente. Espero, desejo, que tudo continue neste percurso.
Sinto-me em paz comigo mesmo, tranquilo e por uma vez sem qualquer tipo de aplicativo ou de planos alternativos porque tenho a certeza de que, agora e neste momento, tenho aquilo que quero ter e há muito procuro. Afectos, carinhos, Amor, cumplicidade, valorização e entrega do que somos um ao outro.
Acabei agora um trabalho fixo que ficou muitíssimo bonito, sentindo que Ainda posso sentir-me realizado naquilo que faço, se estivera bem comigo, com o mundo e com tudo aquilo que me rodeia, me "toca" e sensibiliza.

Fica o meu SORRISO cheio dum sentimento de alegria e de FELICIDADE como há muito não sentia. Apesar duma réstia de angústia que sinto no fundo do meu ser.

segunda-feira, outubro 02, 2017

Eleicoes

Primeira semana de Outubro, curta por causa do feriado do 5 de Outubro, que comemora a implantação da República, em 1910.
Ontem foi dia de eleições autárquicas; derrota estrondosa do PSD, vitoria evidente do PS e muito bom resultado do CDS. Não sei o nível da abstenção mas no meu local de voto, estava muita, mas mesmo muita gente como já não via há muitos e muitos anos. Votei como sempre votei no mesmo partido de sempre, mesmo que não gostasse do candidato, nem na orientação actual do partido, mas quero ser coerente e por isso mesmo votei onde sempre o faço.
No meu concelho, ganhou o Isaltino Morais, que já cumpriu pena de prisão por corrupção no exercício das suas funções de Presidente da Câmara pelo que pergunto como é possível eleger-se uma pessoa destas para reocupar um cargo onde já fez o que fez?
Quanto ao resto, tudo na mesma. Quem vence vangloria-se e quem perde aparentemente não tiras as devidas conclusões se bem que, neste momento, deverá haver alterações e demissões no grande derrotado da noite. E assim deve ser porque apesar de Passos Coelho ter sido um primeiro ministro adequado para o tempo acrtualmente não consegue ser um líder da oposição eficaz e o País precisa duma boa oposição.
O resto desta semana vai ser fértil em notícias acerca destas eleições porque vão mudar alguma coisa, pelo que teremos uma semana cheia de novidades, novo líder para o PSD, encerramento da discussão do orçamento de Estado e tudo o mais que  caracteriza a nossa politiquinha caseira e medíocre.
Quanto à minha vida pessoal, foi um fim de semana intenso, de consolidação afectiva, de compreensão, de muita e muita conversa ( nos intervalos de outras actividades ) bem como dum reforço do que temos, somos e queremos. Estou feliz, tranquilo, Pacífico e a acreditar que é possível ter encontrado, finalmente, a pessoa certa para esta minha etapa de vida, em que procuro verdade, respeito, cumplicidade e muito, mas mesmo muito AFECTO. Que é algo que nos une umbilicalmente.
Quero que o meu SORRISO seja finalmente mesmo verdadeiro, luminoso, forte e capaz de transmitir a minha FELICIDADE e tudo aquilo que eu sinto.